terça-feira, 1 de agosto de 2017

Anos

Anos que passam por sobre mim, habituaram-me a mim mesma, sem contudo aceitar-me por inteiro. Creio que jamais poderei aceitar-me toda, onde ficam as questões que não abonam a minha existência?

Sem comentários: