quarta-feira, 7 de setembro de 2016

Próxima tentativa

Não sei se da última vez o aviso da próxima tentativa avisava que tentaria em sete do nove, às duas e um da madrugada. A verdade é que a tentativa aconteceu nesse momento e o têpêá cuspiu o papelinho, o qual avisa por sua vez que a próxima tentativa é a cinco do dez, à uma e cinquenta e dois da madrugada.
Estas tentativas são uma espécie de telefonemas a amigos que se visita de longe a longe, ou a tios muito velhinhos, tipo assim:
Olá, então tudo bem, ainda mexes, certo?
Mas em modo máquina. Pouco importa, somos todos humanos, as máquinas foram inventadas e construídas por humanos.

Sem comentários: