quinta-feira, 4 de agosto de 2016

Uma rua

Há dias passei no meio dos jacarandás daquela rua onde nasceu (ou viveu ou morreu, ou então tudo isso à mistura) o poeta Fernando Pessoa... Pesquiso, vale a pena... Melhor não menosprezar o ilustre poeta... É em Lisboa, na rua Almirante Barroso, no número 12, e afinal viveu nessa casa, não nasceu nem morreu.
E resolvi-me a contá-los. Falo dos jacarandás. Pois. São vinte e sete no primeiro passeio. São vinte e um no segundo passeio. O que perfaz um total de quarenta e oito jacarandás naquela rua. Ok, vá, uns são de tronco e ramos finos, outros muito grossos, possivelmente serão de mais idade, não sei, mas era giro saber. Quarenta e oito. Não podia ter escolhido melhor ano e mês para os contar. Ai não podia, não.

Sem comentários: