sexta-feira, 3 de março de 2017

Hoje não li

Branco no preto e preto no branco, isto vindo do interior para o exterior, tipo assim uma espiral que expele, não suga. Há de existir uma palavra muito linda para designar esta ideia na perfeição mas ao momento essa tal não pulula em mim. E estou com esta conversa toda baseada na foto abaixo. Quero ainda acrescentar que os livros, habitualmente, são preto no branco, quando a gente lê, lemos preto em branco.


Sem comentários: