segunda-feira, 13 de março de 2017

Primeiro

Bom dia. São dez e doze.
Já atualizei a lista de supermercado e repus os lenços de papel. Neste último gesto, como se trata de reposição, houve que cortar o excesso do pacote. Pois que cortei e arrumei tudo, ao depois de listar a lista. Ando a normalizar a vida, e não fora a anormalidade que encontro no estropício que há em mim, estaria normal.
Deixo foto antiga e republico texto mais antigo ainda. Trato assim, e já, desta ideia...





Num restaurante indiano encontrei o guardanapo dobrado duma maneira sui generis. Note bem: o guardanapo em questão é um retângulo tímido, 39x40cm.
Primeiro passo: dobrar ao meio sem fazer caso do lado
Segundo passo: dobrar uma badana pela metade, indo da ponta à dobra do meio
Terceiro passo: dobrar ao meio no sentido do comprimento apenas para vincar
Quarto passo: anular o terceiro passo
Quinto passo: agarrar nas pontas no sentido do comprimento, levando-as até à dobra que se fez/desfez
Sexto passo: tornar a dobrar pela dobra que se fez/desfez
Sétimo passo: enfiar um jogo de talheres em qualquer uma das bolsas que se conseguiu com tantos passos

Posta-restante:
Lamentavelmente, não sei o que comi nesse dia, nesse restaurante, mas sei que tinha cardamomo, limão, coco, folhas de lima, gengibre, lulas,,, |8 novembro 2016|

Sem comentários: