quarta-feira, 28 de dezembro de 2016

Afazer

Tenho 1 retificação a fazer.
Há dias publiquei um post onde anunciava como entrou o polvo-íman na minha vida, dizia eu que havia vindo de Roma, mas qual quê, é que nem pensar, contudo tem que ver com italianices, sim senhores, que chegou lá a casa como brinde de um batizado a que o rico filho foi aquando da nossa viagem a Itália, a qual, como julgo que não se sabe, foi empreendida sem a sua presença, daí a relação imediata que fiz:
rico filho → Roma → polvo-íman
Mas não. Veio do batizado. E já não tem um ou outro tentáculo. Olha, isto já não tem tentáculos, exclamou o rico filho quando esmiucei o caso. Está então esmiuçado.

Sem comentários: