sexta-feira, 28 de abril de 2017

(In)Segurança

Longe vai a esperança de sempre haver compreensão para os meus tolos achaques. Isto acaba por ser uma segurança rebuscada porque me estou a apoiar numa insegurança, já que ninguém entende toda a gente sempresempresempre, principalmente quando alguém remexe no dói-dói de toda a gente.

Sem comentários: