sexta-feira, 28 de abril de 2017

Peço desculpa

Hoje não fui ao lugar escondido ver como está o estojo metálico dos golfinhos fofinhos, inhozinhos. Espero que esta ausência me seja desculpável. Às tantas o pedacinho de pele genuína já se apresenta corroído, o botão arranjou ferrugem e a tampa da caneta encontra-se ainda mais miserável. E eu há tantos dias sem lhes dar de vaia. Desculpem lá, ó 'migos meus.

Sem comentários: