sábado, 16 de julho de 2016

Primeiro

Boa tarde. São doze e cinquenta e quatro. Acordei às seis e três e levantei-me logo após. O sol já lá vinha, tendo eu notado entretanto que por conta de já terem passado duas ou três semanas desde que me levantei a esta hora, já não vejo o sol da minha varanda, o que me leva a crer que não só os dias estão mais curtos, portanto o sol aparece aqui mais tarde, como muda de lugar, e isso de o sol mudar o seu lugar no horizonte um pouco mais para a direita faz com que já não o aviste aquando do seu nascer, oh.

Sem comentários: