quinta-feira, 26 de janeiro de 2017

A rosa

Lá por se encontrar no lugar escondido, hoje a rosa não se encontra à chuva d' hoje. Redundâncias, sim, duas, mas que me importa? Noto-as todas mas obviamente noto as que noto e as que não noto obviamente não noto e se não noto então noto todas as que noto, o que me leva a afirmar categoricamente que noto todas as redundâncias que escrevo e se as remeto para a espiral das netes é porque marimbei.
Não há fotos da rosa, já ontem não houve. Hoje não há porque não é preciso ir ao lugar escondido, ontem não houve porque não encontrei nenhum cenário capaz. Procurei, procurei, procurei e não.

Sem comentários: