segunda-feira, 30 de janeiro de 2017

Lugar (que também pode ser) da musa

Dia atípico no lugar (que também pode ser) da musa, hoje, que ninguém me pareceu conhecido ou especial. Isto até ao ponto em que julguei estar na hora da abalada e foi aí que chegou o senhor maníaco dos lenços.
Fico para ver o filme outra vez?
Não.
Mesmo que neste caso a previsibilidade não me aborreça, não fico. Ainda deu para vê-lo limpar a mesa com o seu maço de lenços de assoar antes de ir pedir o café. Pareceu-me ver-lhe no rosto uma expressão de nojo, mas isto posso ser eu a inventar, que a gente, a bem dizer, vê o que quer. Abalei dali.

Sem comentários: