segunda-feira, 30 de janeiro de 2017

árvore amarel' amiga:
'miga árvore amarela:

Já não tenho muita esperança de recolocarem os antigos bancos de jardim debaixo da árvore amarela, ou então bancos novos, mesmo que os recortes na relva lá estejam com a terra molhada pela humidade destes dias, eu podia pensar 'ah, qual quê, ó tão lindos os espacinhos onde dantes estavam os bancos, decerto porão aqui outros ou então aqueles velhos e degradados, quimporta isso? eu cá não mimporta nada'. É melhor parar com as piadinhas, quinda julgam queu não sei escrever.

Sem comentários: